INSTITUTO DE ODIVELAS

Em 1888, o Mosteiro encerra definitivamente na sequência de um conjunto de legislação que põe fim às Ordens Religiosas em Portugal.

Em março de 1899, através de Decreto Real, foi aprovado o estatuto do Instituto D. Affonso e instalada a sua sede no extinto Mosteiro de São Dinis e São Bernardo, em Odivelas. No ano de 1900, o Infante D. Afonso, irmão do rei D. Carlos, funda o Instituto Infante D. Affonso, estabelecimento de ensino dependente do Estado-Maior do Exército, que teve como objetivo a educação de filhas de militares.

Em maio de 1911, passa a designar-se Instituto Feminino de Educação e Trabalho.

Em 1942, são aprovados novos estatutos, que lhe conferem a designação de Instituto de Odivelas.

No ano de 2015, o Instituto de Odivelas viu as suas portas encerradas, colocando um ponto final a mais de um século de atividade.